Definida programação musical do 4º Festival Brasileiro da Cerveja

Muito rock e pop, mas também muito samba, jazz e MPB, além de clássicos que marcaram os anos 60, 70 e 80. Essa é a programação musical do quarto Festival Brasileiro da Cerveja de Blumenau, programado para 21 a 24 de março deste ano, no Parque Vila Germânica.

A programação está completa e inclui atrações nacionais e regionais, a exemplo de Renato Carlini, de São Paulo, considerado o melhor cover de Elvis Presley do Brasil, e Dave Maclean, que fez muito sucesso nos anos 70 e compôs músicas para diversos artistas brasileiros.

 

As atrações musicais

Elvis Cover
Com mais de 15 anos de carreira, Renato Carlini, 35 anos, 1,85 m, residente na capital paulista, é considerado por críticos, fãs e conhecedores da obra artística de Elvis Presley, o mais fiel e completo cover do rei do rock no Brasil. Sendo o único cover brasileiro a representar o ídolo americano em todas as fases de sua carreira: anos 50, 60, filmes e anos 70. Carlini é um dos mais consagrados e experientes covers de Elvis no país. Tem em seu currículo um total de mais de 1.200 apresentações.

Dave Maclean
O cantor e compositor fez muito sucesso nos anos 70 interpretando composições suas e de grandes nomes da música internacional. Também criou composições pop e sertanejas em português para Sérgio Reis, Sula Miranda, Sandy e Júnior, Zezé di Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo, entre outros artistas. Atualmente, Dave faz apresentações com “O Som Internacional dos Anos 70”, cantando canções de Bee Gees, Elton John, Johnny Rivers e Beatles. Se apresenta também no show “Hits Again”, interpretando seus antigos sucessos e de seus contemporâneos dos anos 1970, como Paul Denver, Steve Maclean, Pholhas, entre outros.

Dasantigas
Considerado atualmente um dos melhores shows do Sul, Dasantigas estará pela primeira vez em Blumenau, no Festival Brasileiro da Cerveja. A banda já abriu grandes shows no Brasil, como Creedence e Village People. No repertório comandado por metais e vários vocais, todos músicos conhecidos em Santa Catarina, uma seleção dançante de sucessos que marcaram os anos 70 e 80 e estão presentes em todas as festas até hoje. É o caso das Frenéticas, Tim Maia, Kid Abelha e grupos internacionais como o Abba, Creedence e muitos outros.

RiverBoat’s Jazz
Oferece o puro entretenimento musical com repertórios das décadas de 1920 e 1930, que marcaram uma época na revolução musical, tornando-se o espírito do Jazz universal. O Jazz foi criado em New Orleans por Buddy Bolden (trompete), Louis Armstrong (trompete), Sidney Bechet (sax), Jelly Roll Morton (piano), Tommy Dorsey (trombone), Duke Ellington e tantos outros. RiverBoat’s Jazz foi fundada em 1998 com a união de quatro amigos apaixonados pelo estilo do Jazz tradicional. Os componentes atuais são músicos profissionais experientes e, ao longo dos anos, adquiriram um vasto repertório, buscando manter a música na sua forma original.

John Muller
Músico profissional a mais de doze anos, John Robert Mueller descobriu sua paixão aos sete anos de idade. Aos dezessete já começava sua carreira em bares e casas noturnas do Vale do Itajaí e parte do litoral de Santa Catarina. Natural de Blumenau, o catarinense foi crescendo dentro do cenário musical da região, profissionalizando-se e somando experiências como com a banda de reggae pop, Tribus da Lua, a qual é vocalista e um dos fundadores e que mantém em paralelo ao seu projeto John Mueller e Mpbambas.

Vila Bossa Jazz
Grupo natural de Blumenau teve início em 2009 no distrito da Vila Itoupava, lugar que deu origem ao nome. O grupo é composto por um trio de professores e pesquisadores na área de música com ênfase em repertório e improvisação aplicada ao jazz e a música brasileira. De acordo com os combos mais tradicionais, a guitarra, bateria e o contra-baixo acústico formam a base do grupo que costuma em suas apresentações incluir outros instrumentos como o saxofone, trompete, trombone e o piano.

Banda The Zorden
A The Zorden, de São Joaquim/Blumenau, vem atuando desde 1991 e já se apresentou em diversos programas de rádio e televisão – entrevistas e performances ao vivo – e em vários tipos de eventos, como Festa da Maçã, Festa do Pinhão, Festa do Vinho, Baile dos Calouros, bailes anos 60, formaturas e outros. O grupo teve também a oportunidade de abrir alguns shows de grandes nomes, como: Ultraje a Rigor, Barão Vermelho, Biquíni Cavadão e Capital Inicial. No final de 2010, lançou seu segundo CD – Mudanças.

Big Band (Banda Municipal)
A Banda Municipal de Blumenau foi criada em março de 1962, com a finalidade de difundir a música clássica e popular através de apresentações de concertos em auditórios e locais públicos Em 2006 o maestro João Carlos Cúnico assumiu o posto de regente da banda, introduzindo um novo repertório e arranjos feitos especialmente para o grupo. A nova composição conciliou execução e coreografia nas apresentações. Durante os 49 anos da sua fundação, mantém a tradição das bandas de música do país, realizando apresentações em locais públicos. Já proporcionou à comunidade mais de cinco mil apresentações, para um público estimado em 50 mil.

Confraria do Samba
O grupo Confraria do Samba começou suas atividades em fevereiro de 2005, com o propósito de tocar o samba tradicional e reverenciar cantores e compositores que fizeram a história deste ritmo musical e, no entanto, estão esquecidos. Nesta linha, o grupo segue um repertório que tem nomes como Noel Rosa, Paulo da Portela, Cartola, Pixinguinha, João da Baiana, Donga, Clementina de Jesus, Nelson Cavaquinho, Ataulfo Alves e Adoniran Barbosa. Por ser um grupo de pesquisa, também desenvolve o resgate de alguns ritmos do samba, como partido-alto, sincopado, de breque, maxixe, calangueado, samba-enredo, choro, etc.

Banda Porter
Formada por quatro integrantes, a Banda Porter toca pop e rock, desde composições clássicas de grupos como Rolling Stones e Credence até som de bandas mais novas como a King of Leon. O grupo é de Blumenau e foi formado em 2011. O nome da banda remete a um estilo de cerveja, informa o baterista do grupo, Juliano Mendes.

Os Cervejeiros
O grupo é formado por cervejeiros que participam do Festival da Cerveja de Blumenau. O pessoal se reúne no palco e faz show de improviso, quase um ensaio aberto. O estilo é o rock’n’roll e o pop de grandes clássicos da música mundial. Tem na coordenação, o músico e cervejeiro Sady Homrich, da banda Nenhum de Nós.

Programação

21 DE MARÇO
John Mueller e Mpbambas – 19h às 20h30
Vila Bossa Jazz – 20h30 às 22h
Apresentação Beer Film Festival – 22h às 22h15
Dave Maclean – 22h15 às 00h15
Apresentação Beer Film Festival – 00h15 às 00h30
Som mecânico – 00h30 às 01h

22 DE MARÇO

John Mueller e Mpbambas – 19h às 20h30
Banda The Zorden – 20h30 às 22h
Apresentação Beer Film Festival – 22h às 22h15
Big Band Municipal – 22h15 às 00h15
Apresentação Beer Film Festival – 00h15 às 00h30
Som mecânico – 00h30 às 01h

23 DE MARÇO
Banda Porter – 19h às 21h
RiverBoat’s Jazz – 21hàs 22h30
Apresentação Beer Film Festival – 22h30 às 22h45
Cover Elvis Presley (Renato Carlini) – 22h45 às 23h45
Apresentação Beer Film Festival – 23h45 às 00h
Som mecânico – 00h às 01h

24 DE MARÇO
Som mecânico – 16h às 16h30
Confraria do Samba – 16h30 às 18h30
Apresentação Beer Film Festival – 18h30 às 18h45
Os Cervejeiros – 18h45 às 20h45
Apresentação Beer Film Festival – 20h45 às 21h
RiverBoat’s Jazz – 21h às 23h
Grupo das Antigas – 23h às 01h

Assessora de Comunicação: Tânia Rodrigues 

 

Deixe uma resposta

inMarket