Dicas para fazer seu cabelo crescer mais rápido

Se o seu cabelo parou de crescer ou está devagar quase parando, alguma coisa pode estar acontecendo com ele. Para você fazer parte da turma da Rapunzel, confira algumas dicas.

O cabelão batendo na cintura nunca sai de moda, por mais que os curtinhos fiquem um arraso.

E tem mais: a maioria dos homens também curte uma cabeleira. Mas nem todo mundo consegue ter cabelos longos. Segundo Geová Gouveia, diretor do Phortal do Cabelo (SP) inúmeros fatores podem contribuir para que a média normal de crescimento dos fios, um centímetro por mês, estacione.

“O problema está ligado normalmente a três fatores: descontrole da glândula sebácea, alterações metabólicas e problemas de circulação sangüínea”, explica o especialista.

A terapeuta capilar Sheilla Bellotti, do Centro Capilar Sheilla Bellotti (RJ) vai mais além: “O cabelo cresce a partir do bulbo capilar, chamado de couro cabeludo. Qualquer agente externo que prejudique sua saúde também impede o crescimento”.

1 – Visite já um especialista
Um centímetro ao mês pode parecer muito pouco para suas madeixas, mas não é! Bastam elas pararem de crescer que você logo identifica. Caso isto aconteça, é imprescindível que procure ajuda de um terapeuta capilar ou um tricologista, especialistas em fios.

“Fazemos uma análise do couro cabeludo; verificamos hábitos cotidianos, além da genética, hereditariedade e histórico de saúde”, explica o especialista do Phortal do Cabelo. Muitas vezes a questão transcende o terapeuta. “O cabelo pode não crescer por distúrbios hormonais. Neste caso, fazemos o tratamento em conjunto com um médico”, explica.

Uma vez detectado o problema, os experts em estudo dos fios dispõem de várias substâncias para agilizar o crescimento. Boa parte delas é composta de estimulantes da circulação local, através de produtos vasodilatadores, massagens e equipamento de estimulação, como as máquinas a laser ou o infravermelho.

“Estes recursos são utilizados depois que foi tratado algum possível problema de saúde”, avisa. Mas corra: quanto antes for detectado o problema, mais fácil será para curá-lo.

2 – Ative sua circulação sangüínea
A má circulação sangüínea é o principal fator que impede o crescimento dos fios. Por isso, trate de dar sangue à sua cabeça!

A medula capilar é como se fosse uma espécie de estradinha que leva todas as vitaminas, aminoácidos e minerais – responsáveis pelo crescimento – para o córtex (fio capilar). Ativando a circulação sangüínea e, conseqüentemente, o couro cabeludo, você garantirá que o fio receba todos os nutrientes necessários.

Uma ótima dica para ativar diariamente a circulação sangüínea é massagear o couro cabeludo na hora da lavagem durante alguns minutos. Outra boa opção é virar a cabeça para baixo e passar a escova ou os dedos. Esta posição faz com que o sangue flua com mais facilidade. E não esqueça de beber muita água e da atividade física.

O exercício físico faz com que o coração bombeie sangue mais rápido. Resultado: os aminoácidos, vitaminas e nutrientes chegam mais facilmente ao cabelo. Mas fique atenta, pois se você tiver obstrução de alguma veia, ela deverá ser tratada, ou nenhuma destas dicas valerá.

3 – Minimize seus vícios
Se você tem um couro cabeludo sadio, nada interferirá no crescimento do seu cabelo. Além de tomar muito cuidado com o seu organismo, é imprescindível abolir alguns hábitos que podem comprometer a saúde dos seus fios.

– Pare de fumar – a nicotina é uma poderosa vasoconstritora, reduzindo a circulação dos vasos capilares do couro cabeludo, que carregam nutrientes ao fio.

– Não tome banho com água quente – a água pelando estimula a produção das glândulas sebáceas.

– Evite dormir com os cabelos molhados – isso abafa o couro cabeludo, aumentando a oleosidade.

– Retire os excessos de produtos – o ideal é passar o xampu, retirar bem e, depois, aplicar o condicionador apenas no comprimento. Os finalizadores que ficam no cabelo devem passar longe da raiz.

4 – Vitamine-se por dentro e por fora
Sabe aquela velha história de que quem tem uma alimentação saudável tem cabelos mais bonitos? Ela é a pura verdade! E tem mais: uma dieta rica também ajuda no crescimento.

Quanto mais vitaminas – por dentro e por fora – melhor. “O organismo absorve muitos nutrientes para os órgãos funcionarem. Como os cabelos são regiões mais periféricas e menos importantes, o que sobra vai para o cabelo”, explica Geová Gouveia.

Cuide da sua saúde e capriche na alimentação, sempre rica em vitaminas. Você também deve utilizar produtos tópicos – por exemplo, os à base de Jaborandi, Ginkgo Biloba, Cafeína e Uréia, que são estimulantes sangüíneos.

Cremes com alecrim ajudam a controlar a oleosidade e o princípio ativo Capscum (geralmente encontrado na pimenta) é um ativo vasodilatador que melhora a circulação sangüínea. “Não adianta lavar a cabeça com café ou tomá-lo para atingir o mesmo objetivo. A cafeína que vem do café solúvel não é uma substância otimizada para o cabelo”, alerta Sheilla Bellotti.

5 – Deixe seu couro cabeludo respirar
A oleosidade do couro cabeludo é um veneno – cria fungos que acabam com as madeixas e impede o fio de crescer.

O excesso de oleosidade age como se fosse uma camada protetora, impedindo os aminoácidos de chegarem à raiz do cabelo. “Abafando o couro cabeludo, você também favorece o surgimento de um fungo, chamado de pityrosporum ovale que descamará o tecido do couro cabeludo, impedindo que o fio capilar saia. Ocorre uma espécie de entupimento dos poros”, explica a terapeuta capilar Sheilla Bellotti. Então, fique longe de tudo que aqueça seu couro cabeludo ou abafe-o.

 

Veja 25 truques para deixar seu cabelo maravilhoso:

Sabe aqueles dias em que o cabelo resolve acordar de “mau-humor” e você não sabe como domar a fera? Calma! Conversamos com experts na área e pedimos que eles revelassem suas dicas para dar um jeito em qualquer drama. Depois de ler essa matéria, todos os seus problemas terão solução. Acredite!

1. Cachos modelados
“Espalhe uma quantidade equivalente a uma moeda de R$1 de creme para modelar cachos nos fios ensopados (se forem longos), ou uma de R$0,25 (caso sejam médios). Depois, incline a cabeça para o lado, coloque uma toalha na ponta e amasse-os bem, de cima para baixo, repetidas vezes. Esse movimento vai absorver o excesso de umidade e modelar os fios. E, melhor, dispensa uso de secador”, ensina o hairstylist Marco Antonio de Biaggi, MG Hair Design (SP).

2. Brilho intenso
“Uma vez por semana, procure usar, no último enxágüe da lavagem dos fios, água-de-coco. O efeito é fantástico! Funciona até para madeixas coloridas e ressecadas”, assegura o colorista Juha Antero, do MG Hair Design (SP).

3. Fim do frizz
“Fios elétricos podem ser domados com a pomada, de forma fácil, fácil. Com o polegar, retire um pouco do produto até que ele preencha metade da unha. Coloque-o na palma da mão, esfregue bem para esquentar e espalhe pelo cabelo já seco, principalmente nas partes da cabeça onde costumam armar”, orienta o cabeleireiro Charles Veiyga, do MG Hair Design (SP).

4. Baixa de oleosidade
“O melhor caminho é lavar as melenas com água morna. Se ela estiver gelada, irá estimular o trabalho das glândulas sebáceas, causando excesso de sebo. Caso esteja muito quente, vai retirar toda a oleosidade e ressecar os fios”, ensina Juha. Ele também orienta a não exagerar na hora de aplicar o xampu normal ou o de limpeza profunda. “O ideal é colocar um pouco na palma da mão e diluir em algumas gotas de água. Assim, o xampu fica menos concentrado e facilita sua retirada na hora do enxágüe”.

5. Clássico forever
“O chanel assimétrico é ideal para um visual mais despojado e garante versatilidade na hora de compor o visual”, diz o hairstylist Celso Kamura, do salão C. Kamura (SP). “Para manter o penteado impecável, aplique pomada seca somente nas pontas, empurrando os fios para trás com os dedos, e deixe secar naturalmente”, ensina.

6. Penteado duradouro
“Esse efeito é obtido com o uso da pomada Zip Styling, da Avon. Ela é excelente para definir penteados, deixando os fios maleáveis e com brilho o dia todo. Funciona bem tanto para marcar mechas nos lisos como para realçar cachos. Também elimina o aspecto elétrico da escova. O efeito é tão bom quanto o oferecido pela pomada n° 2, da Redken”, ensina o cabeleireiro Alan Albuquerque, do MG Hair Design (SP).

7. Volume domado
Use creme para pentear depois do condicionador. Ele auxilia a deixar os fios mais disciplinados. Agora, se o cabelo é liso e com muito volume, esfregue uma pequena quantidade de cera nas mãos e espalhe nos fios. Além de controlar o volume, ajuda a disciplinar o frizz.

8. Hidratação power
Hidrate os fios uma vez por semana, se eles forem secos; e uma vez a cada 30 dias, se forem normais ou oleosos. “O segredo é lavar o cabelo com xampu de limpeza profunda e depois com o de costume. Retire o excesso de água com uma toalha, separe as melenas em mechas e só então aplique o produto da raiz às pontas, como se estivesse alisando uma corda. É só deixar o tempo indicado pelo fabricante e enxaguar até retirar todo o creme”, ensina Celso Kamura.

9. Nada de ponta dupla
“Neste caso, só um bom corte no cabelo pode acabar com o problema. No entanto, para prevenir as pontas duplas, óleo siliconizado auxilia muito, se usado apenas nas pontas. É sempre bom ter um no nécessaire, pois ele também ajuda a assentar os fios e a manter o penteado por mais tempo”, garante Celso Kamura.

10. Perfeição nos cachos
“Madeixas cacheadas pedem um corte em que a franja e todo o barrado do cabelo sejam desbastados, ou seja, tenham o seu excesso eliminado. Em seguida, para realçar o penteado, nada melhor do que aplicar um leave-in suave no comprimento e nas pontas e secar as melenas com difusor. O resultado é incrível”, assegura o cabeleireiro Wilson Eliodório, do WE Angel (SP).

11. Ondulado sem babyliss
“Esse truque eu passo quando minhas clientes têm uma festa ou evento e não há tempo para marcar hora no salão: com o cabelo lavado e seco, torça todo o comprimento e prenda como em um coque. Deixe por algumas horas. Quando for sair é só soltá-lo. As mechas ficam lindas, bem definidas”, explica Celso Kamura.

12. Escova prolongada
Evite mexer muito no cabelo. Até porque passar muito a mão ou viver penteando os fios, além de acabar com o efeito, provoca oleosidade. Na hora do banho, nada de prender e colocar uma touca de plástico. Ela acaba com o brushing. O ideal é envolver a cabeça em uma toalha para proteger a cabeleira do vapor quente. Em seguida, use difusor e, para finalizar, faça meia dúzia de babyliss no topo da cabeça.

13. Não acorde despenteada
Torça bem o cabelo e faça um coque antes de dormir. Esse truque valoriza o ondulado de tal maneira que vai parecer que acabou de sair do salão logo de manhã. Fazer a velha e conhecida touca também ajuda a não acordar com os fios armados.

14. Cabelão bombshell
“Se os fios forem lisos e compridos, passo o equivalente a uma laranja grande do mousse Super Strong, da Paul Mitchell, no cabelo úmido. Com uma escova tamanho médio, vou levantando a raiz ao mesmo tempo em que uso o secador. Em seguida, coloco bobes de velcro e deixo por 15 minutos. Passo a prancha somente nas pontas para tirar o ar careta do bobe. Por fim, passo o spray Phyto Laquê, da Phyto”, ensina Marco Antonio Di Biaggi.

15. Visual catwalk
No cabelo úmido, espalhe uma pequena quantidade do amaciante temporário em gel Phyto Defrizant, da Phyto. Com uma escova redonda grande, alise bem e enrole bobes grandes, que dão movimento aos fios sem armar. Deixe por cerca de 15 minutos e tire. Por fim, faça uma chapinha, começando a três dedos da raiz e indo até as pontas.

16. Curtinhos assentados
Os curtos são os mais fáceis de serem domados. É claro que tudo vai depender do corte escolhido e do tipo do fio. Nesse caso, os produtos mais indicados são mousse, spray e boa pomada. Eles fazem verdadeiros milagres pelo estilo boyish.

17. Curto ousado
“O tradicional chanel fica com uma cara contemporânea se os fios forem bagunçados. Valorize o ar displicente da franja na altura do nariz com pomada em spray e chapinha, depois de secar com o secador”, orienta Wilson Eliodório.

18. Coloração precisa
Para realçar a cor dos fios com uma tonalidade uniforme, invista nos tonalizantes – que dão conta do recado. No caso de madeixas com várias mechas, o spray de brilho é um grande aliado para intensificar as nuances.

19. Presilhas, elásticos e afins
Tenha sempre à mão um desses acessórios. Quando menos se espera eles irão ajudar a salvar o seu dia, principalmente quando as madeixas precisarem de uma força extra para permaneceram no seu devido lugar.

20. Caracóis miniatura
Para que os cachos dos curtinhos não percam a sua definição, a ordem é espalhar uma pomada à base de óleo e, em seguida, secar os fios com difusor, amassando-os bem.

21. Pontas duplas camufladas
Não se esqueça de espalhar um bom reparador de pontas depois que pentear o cabelo. Esse produto é ótimo para esconder as pontinhas cheias de “bifurcações” enquanto a tesoura não entra em ação.

22. Visual de diva
Isso mesmo! Você pode ficar assim de forma rápida e prática. Basta enrolar alguns bobes grandes em toda a cabeça antes de entrar no banho. O vapor da água quente ajudará a modelar e criar ondas supersensuais no cabelo.

23. Volume certeiro
Muitas vezes, a culpa dos fios extremamente armados é pura e simplesmente dos acessórios que você utiliza para pentear a cabeleira. Por isso, muita atenção nessa hora. As escovas almofadas aumentam o volume – por isso, fique longe se os fios forem crespos ou ondulados. Já as redondas ajudam a alisar, e os pentes, a desembaraçar sem tirar o formato original das melenas.

24. Fios perfumados
Nada pior do que ficar com o cabelo cheirando a fumaça de cigarro ou poluição. Por isso, se tiver que emendar o trabalho com um encontro com o gatinho – e não terá como lavar os fios -, aposte nos sprays de brilho impermeabilizante de odores. Esses produtos devem ser aplicados antes de você sair de casa, já que eles formam uma película protetora sobre a fibra capilar e evitam que os cheiros se fixem no interior do fio.

25. Ao natural
Se seus cabelos são longos, finos e com um leve ondulado, use leave-in próprio para os cacheados, que relaxam e soltam as ondas nos fios úmidos. Depois, é só deixar secar naturalmente.

10 erros imperdoáveis na hora de tingir os cabelos:

Errar é humano. Mas quando se trata de cabelo, não tem desculpa. Quem não passou por isso que atire a primeira pedra.

Para não ficar em apuros, veja dez enganos sem perdão na hora de colorir os fios.

1. Não fazer o teste do toque
Siga a cartilha e tenha certeza de que não se trata de balela. O teste do toque é uma atitude responsável, que traz confiança na hora H. Em casa ou no salão de beleza, primeiro é preciso certificar que você não tem alergia ao produto. Apesar dos avanços tecnológicos e de soluções químicas cada vez menos agressivas, a sua saúde deve estar sempre em primeiro lugar.

O teste é bem simples e não vai tomar muito de seu tempo, pelo contrário -ele pode e certamente evitará problemas indesejáveis. Apenas aplique uma pequena quantidade no antebraço e espere alguns minutinhos. Observe como sua pele irá reagir. Sinal verde? Vá em frente e siga tintim por tintim as instruções.

2. Bolso vazio
Sem dinheiro? Apertada? Assuma de vez que está sem grana e procure o caminho mais curto para manter um visual legal sem passar vergonha. Não há nada mais desagradável do que ficar com os fios bem crescidos e marcados pela falta de dinheiro. Se manter os cabelos belos e coloridos no salão está acima do seu orçamento, opte por soluções mais em conta, como tonalizantes, ou retome a cor natural dos seus fios, colocando um ponto final nos retoques.

Para o hairstylist Heleno Corrêa, proprietário da rede Heleno¿s Beauty Style (RJ), um dos segredos é utilizar produtos de boa qualidade. “Sempre falo para minhas clientes que a tintura ficará ainda melhor se a manutenção em casa for feita com produtos específicos. Isso fará com que o próximo trabalho tenha um resultado excelente”, garante.

3. Falta de opinião
Ter estilo é tudo. Na busca incessante pela singularidade e principalmente na contramão da globalização, as tendências de coloração devem literalmente fazer a sua cabeça e conquistar você de corpo e alma.

Nada mais atraente e chamativo do que ter o corte e o tom certos, ideais com seu estilo de vida. Neste universo incluem-se as roupas que estão no seu armário, os sapatos, a maquiagem, a profissão e tudo o que você consiga colocar no baú que resuma o seu eu.

Brincar de faz-de-conta é perigo na certa. A cor dos fios de uma famosa atriz ou uma deslumbrante modelo pode não corresponder às suas e – exclusivas – características. Busque ser você mesma e não dê uma de maria-vai-com-as-outras.

4. Radicalizar total
Se existe uma opinião unânime entre os consagrados cabeleireiros, é sobre a mudança radical de visual. “Não me reconhecer no espelho foi a pior coisa do mundo”, garante a artista plástica Dayse Gonçalvez, que experimentou a amarga impulsividade do momento. Então, pense e reflita.

Mas se a decisão final for mesmo radicalizar, siga em frente. Nos grandes salões pode-se usar e abusar de um programa de computador que deixa você loiríssima, ruiva ou com as madeixas bem escuras. Arrisque na tela e decida com segurança na vida real.

5. Brancos coloridos
Mesmo com bons cosméticos, o amarelado pode ser inevitável. Danilo Carvalho, diretor técnico e colorista do Alfaparf, sugere o uso de um kit de produtos específicos para camuflá-los e mantê-los acinzentados, já que os brancos sofrem uma tendência natural, quando expostos a certas tinturas, em mudar de tom. Apesar de ser uma característica individual, podendo ter ou não relação com a velhice, os fios brancos ocorrem devido ao esgotamento da função da melanina.

6. Começar pela raiz
As tinturas e os tonalizantes nas prateleiras de supermercados e farmácias levaram o salão de beleza para dentro de casa. Mas a falta de habilidade e orientação pode deixar os fios manchados e coloridos por desigual. Ao contrário do que a maioria das mulheres faz, o ideal é iniciar a pintura pelos fios perto da nuca. Por se tratar da região mais fria, o efeito demora para agir. Dessa forma, a raiz tem que ser a última a receber o produto.

7. Descuido
A palavra é proteção. Tenha sempre em mãos um protetor solar e garanta vida longa à tintura. “Xampus, hidratantes e máscaras com ceramidas, vitamina E e pró-vitamina B5 também ajudam a manter a cor por mais tempo”, sugere Heleno. A dica também vale aos nadadores, pois o cloro em contato com a tintura deixa os fios loiros, esverdeados, e os escuros, avermelhados.

8. Loiro desgraça
De fato, a parafina, a água oxigenada e o limão, quando expostos ao sol, clareiam os fios, mas o saldo é pavoroso. “Produtos que não são feitos e elaborados para cabelos podem trazer efeitos terríveis, desde uma queda acentuada até o comprometimento total do folículo. O limão, por exemplo, tem um ph muito ácido que também resseca as madeixas”, ressalta Heleno. Para conseguir um visual natural, recomenda-se a técnica californiana. Sem marcação na raiz, proporciona um look bem natural.

9. Pintar e alisar
Pintar a madeixa e, logo em seguida, relaxar ou alisar os fios é um verdadeiro crime. “Jamais indico este procedimento, pois sempre haverá um desbotamento durante o processo de neutralização. O correto é fazer ao contrário: alisar e depois colorir”, garante Danilo.

Além disso, é aconselhável que a fórmula dos dois produtos seja compatível, e que se respeite o tempo de pausa de acordo com a exigência do produto aplicado.

10. Querer não é poder
Como é possível saber se a cor vai ficar igual à da embalagem da tintura? Para Danilo Carvalho, é muito raro que um cabelo fique exatamente igual ao de uma foto. “Garanto a aproximação da cor. Para tanto, é fundamental procurar um bom cabeleireiro para avaliar a tonalidade certa dos fios naturais e indicar a tintura e o oxidante corretos”, comenta. Caso arrisque em casa, não deixe de ficar atenta e conferir a tabela de tonalidades que vem nas embalagens de tintura.

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

inMarket