Fazendeiro brasileiro é assassinado por camponeses no Paraguai

O fazendeiro brasileiro Pablo Lanzarín, 42, proprietário de cerca de 400 hectares no departamento paraguaio de Alto Paraná (a 400 km da fronteira com o Brasil), foi assassinado por camponeses que ameaçaram matá-lo se ampliasse sua área de cultivo de soja, informou ontem a polícia local.

O brasileiro estava acompanhado de seu segurança paraguaio Alberto González, 51, que também morreu.

Os dois estavam sentados num trator e foram baleados por um grupo de desconhecidos, que agora estão sendo procurados pela polícia paraguaia. As máquinas da fazenda foram queimadas.

Os incidentes entre camponeses sem terra e grandes proprietários de terra produtores de soja aumentaram nos últimos três meses na região, quando apareceram pessoas supostamente intoxicadas com pesticidas.

Em três incidentes distintos, camponeses queimaram plantações de soja pertencentes a grandes fazendeiros, principalmente os brasileiros, mais conhecidos como "brasiguaios".

Deixe uma resposta

inMarket