Veja algumas dicas para enfrentar o Frio.

Dicas para enfrentar o Frio
Dicas para enfrentar o Frio
Durante o ano todo, devemos ter atenção com a pele do rosto e corpo. No inverno, o clima frio e seco também maltrata a pele. A pele do rosto e corpo fica mais seca, sem brilho, áspera. A água quente e o tempo prolongado durante o banho remove a camada natural de gordura que envolve a pele, assim as células desidratam. A falta desse manto de gordura também favorece o aparecimento ou agravamento de certas doenças de pele.
Antes de nos preocuparmos em tratar os distúrbios da pele devemos estar atentos aos pequenos cuidados diários para manter a pele saudável e bonita.

Siga as dicas a seguir:

Proteja-se do frio
Proteja-se do frio

Cuidados no Banho:

No banho, evite água muito quente e prefira um banho rápido, pois isso pode ressecar sua pele. Se sua pele for muito seca, pode-se usar óleo para banho e/ou hidratante para o corpo.

Rotina noturna:
Limpar a pele para remover suor, gordura, poeira, poluição, maquiagem. Lave bem o rosto com loção ou sabonete de limpeza e enxágüe com água. Se for o caso, usar cremes, loções ou géis prescritos por seu dermatologista.

Rotina diurna:
Proteção da pele contra os danos causados pela radiação ultravioleta do sol é feito o uso um de roupas adequadas, óculos, chapéus e filtros solares.

Estímulo diário:
Constantemente perdemos células velhas e formamos células novas, a cada 28-30 dias a pele se renova. Pode-se utilizar produto que estimule a renovação celular deixando a pele com aspecto brilhante e saudável.

Proteja-se do frio:

  • Utilizar roupa quente suplementar;
  • Cobrir a cabeça, utilizando chapéu ou gorro, proteger as mãos com luvas e utilizar calçado adequado para evitar perdas de calor;
  • Manter-se ativo, fazendo pequenos exercícios com os braços, pernas e dedos, para ativar a circulação sanguínea;
  • Beber bebidas quentes e comer refeições quentes;
  • Tentar manter uma temperatura ambiente entre 20ºC e 21ºC;
  • Vedar bem as portas e janelas.

Aproveite o tempo frio para fazer um chá da tarde caprichado:

Num passado distante as pessoas tinham tempo para, às cinco da tarde, parar tudo o que estivessem fazendo para degustar um chá com bolinhos. Em alguns pontos do planeta isso ainda é possível. Em cidades como São Paulo, quase impossível. Toma-se café com pão de queijo apressadamente na esquina. Ou apela-se para a máquina de expresso da firma e olhe lá! Mas num sábado ou domingo de temperaturas congelantes o programa é possível – e mais do que bem-vindo.

O sortimento de acepipes é o que faz do chá da tarde um programa dos mais convidativos
O sortimento de acepipes é o que faz do chá da tarde um programa dos mais convidativos

Fazer um bom chá requer certa preparação. É preciso confeitar bolos com as próprias mãos, arrumar a mesa com capricho, investir em mimos gastronômicos reconfortantes para que o ritual faça sentido e provoque o efeito desejado: momentos de descompromisso em volta de delícias e com direito a horas de conversa. Se preferir, você pode simplificar o processo e se ater à arrumação da mesa e ao preparo do chá. O restante pode ser encomendado numa boa padaria.

Detalhes importantes são os ingredientes dessa farra gastronômica que é a cara do inverno: pães fresquinhos, geléias sortidas, bolos, doces e salgados de lamber os dedos. Uma boa mesa de chá deve ser variada – um pouco de cada coisa. Um pratinho de biscoitos de queijo, sanduíches pequeninhos feitos com pão de leite recheado com presunto e salpicado com um queijo macio ralado por cima, um bolo sequinho (para combinar com chá) e um sortimento de doces: sonhos, petit-fours, sequilhos…

O tipo de chá você decide: pode ser de saquinho ou a granel. Mas é importante ofertar aos convidados mais de uma qualidade. Escolha um chá preto, para combinar com gotinhas de limão ou um tiquinho de leite – como fazem ingleses e indianos. E eleja como opções chás mais leves, como os de erva-cidreira, erva-doce ou a base de frutas – que dão um sabor diferente e agradam em cheio quem não é lá muito fã de uma dose extra de cafeína. Chás a granel dão um pouco mais de trabalho para preparar, mas rendem um sabor extra à bebida. O truque é deixar o chá mergulhado na água quente por alguns minutos, coar e servir em seguida. Ou então optar por coadores de chá que podem ser levados à mesa, como se usava antigamente.

Nesse programa, vale abusar na escolha de acessórios. Disponha os quitutes em suportes de alturas variadas – o que enche os olhos e atiça ainda mais o paladar dos convivas. Arrume kits completos de pratinhos, talheres e xícaras para cada convidado e arremate a produção com flores arrumadas em pequenos vasos baixos. E prepare-se para bules extras de chá no decorrer da tarde. Esse é o tipo de programa que tem hora para começar, mas não para terminar.

Dicas de chás para o frio:

Dicas de chás
Dicas de chás

Tomar um chá com esse friozinho que está em todo o Brasil, é a melhor a se fazer pra se aquecer bem, e também é muito gostoso por que você tem variedades diversificadas de chás. Abaixo nós temos umas dicas de chás para o frio que você pode preparar ai na sua casa.

Segundo alguns especialistas existem alguns tipos de chás que esquentam, mais que os outros e você pode comprar no supermercado, veja:

  • Maracujá
  • Morango
  • Canela
  • Mate com ervas
  • Botoão
  • Coenco
  • Chá inglês de maça
Chá de Morango
Chá de Morango

Dicas pra você curtir esse inverno:

Quem foi que disse que não há nada pra fazer no frio? São várias dicas pra você aproveitar esse tempinho frio que está fazendo nos últimos dias.

Um bom filme em casa pode ser uma boa opção, vá até a locadora mais próxima, faça uma escolha criativa, prepare um cobertor quentinho, uma “bacia” de pipoca e divirta-se! Pode ser acompanhado de alguém que você ame ou apenas que simpatize com a companhia.

Outra dica bastante interessante e nutritiva é ir para a cozinha e preparar uma boa sopa, caldo quente ou uma boa feijoada. Quem é que não gosta de uma sopa quentinha com esse frio que está fazendo?

As sopas, além de ser consideradas um tipo de alimento mais leve e ideal para o jantar, é uma poderosa arma para nos esquentar quando as temperaturas baixam. Segundo alguns pesquisadores, a sopa foi a primeira comida elaborada pelo ser humano, se consideramos que as carnes de caça assadas diretamente ao fogo não exigiam nenhum preparo.

As sopas podem ser servidas como prato único ou primeiro prato de um almoço ou jantar, e pode ser degustada também sem nenhuma cerimônia. Costumam ser servidas quentes, mas há saborosas receitas de sopas frias que aos poucos estão se incorporando aos hábitos brasileiros, como o “gazpacho”, prato típico da Argentina.

A base das sopas são os enriquecidos caldos, que podem ser de carne, ave, legumes ou peixes. Para preparar um bom caldo cozinhe a carne (um pedaço que tenha osso pode ser uma sábia escolha), a ave, o peixe (a cabeça pode ser usada para fazer um bom caldo) ou os legumes com os temperos de sua preferência por aproximadamente 2 horas em panela comum e 1 hora em panela de pressão.
 
Após cozidos, coe e reserve. A carne, o frango ou a ave podem ser desfiados e aproveitados para fazer tortas, omeletes ou mesmo para enriquecer a própria sopa.

Falando nisso, abaixo temos duas receitas para que você possa aproveitar a nossa dica e soltar o mestre-cuca que há em você.

Sopa de Legumes com Macarrão

Sopa de Legumes com Macarrão
Sopa de Legumes com Macarrão

Ingredientes:

  • 1 cebola média picada
  • 250g de carne bovina (de preferência músculo ou costela)
  • 1 tomate médio picado
  • 2 batatas médias cortadas em cubos
  • 2 cenouras médias cortadas em cubos
  • 2 mandioquinhas médias cortadas em cubos
  • 12 vagens picadas
  • 2 xícaras de macarrão (tipo argolinha, conchinha, ave maria ou cabelo de anjo)
  • 1 tablete de caldo de cana
  • 1 envelope de tempero sázon
  • 1 pitada de pimenta do reino ou pimenta calabresa
  • 1 xícara de salsinha e cebolinha bem picadinhas
  • Sal a gosto
  • Água até um pouco mais da metade da panela de pressão

Modo de preparo:

Coloque um fio de óleo na panela de pressão, acrescente a cebola e deixe dourar. Em seguida, coloque a carne bovina e deixe dourar e então acrescente o tomate picado. Coloque o caldo de carne e o envelope de tempero tipo sazón. Junte as batatas, as cenouras, as mandioquinhas e as vagens e deixe refogar por 3 minutos (sempre mexendo para não grudar no fundo da panela). Adicione a salsinha e a cebolinha, a pimenta e o sal e, por último, a água.

Obs.: a água deve ser adicionada até que ultrapasse um pouco mais da metade da panela de pressão. Tampe a panela de pressão e deixe cozinhar por 40 minutos. Após os 40 minutos, destampe a panela e acrescente o macarrão. Assim que o macarrão estiver cozido, desligue o fogo e pode servir.

Caldo verde:

Ingredientes:

  • 2 batatas
  • 1 tablete de caldo de galinha
  • 1 colher (sopa) de óleo
  • 1 colher (sopa) rasa de sal ou a gosto
  • 5 xícaras (chá) de couve manteiga cortada em tiras
  • 1 linguiça calabresa defumada cortada em rodelas

Modo de preparo:

Na panela de pressão, coloque a batata, caldo de galinha, óleo, água e sal.

Cozinhe por dez minutos, comece a contar o tempo depois que a panela começar a pegar a pressão (chiar), até a batata desmanchar. Em seguida, bata tudo no liquidificador.

Volte para a panela, acrescente as rodelas de calabresa e ferva.

Deslique o fogo e adicione a couve manteiga. Na hora de servir, coloque um fio de azeite ou croutons.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

inMarket