Governo libera recursos para vítimas do ciclone Catarina

O governo liberou R$ 925,5 mil para a construção de casas destruídas pelo ciclone Catarina no município de Torres, no Rio Grande do Sul.

De acordo com o Ministério das Cidades, os recursos serão repassado s por meio dos Programas Especial da Habitação Popular e de Subsídio Habitacional (PSH). E até o final desta semana, serão liberados R$ 10 milhões para a construção de 1.010 casas em 23 municípios de Santa Catarina também atingidos pelo ciclone.

Inicialmente, serão atendidos os municípios de Sombrio e Criciúma, os primeiros a apresentarem planos de trabalho, segundo informa a Agência Brasil. O primeiro receberá amanhã R$ 238,4 mil para a construção de 26 unidades habitacionais e o segundo R$ 136,4 mil para a construção de 15 uni dades habitacionais.

O Ministério das Cidades informou que estão disponíveis para Torres mais 193 mil, mas a Prefeitura precisa dar entrada na Caixa Econômica Federal com a documentação para receber os recursos.

O governo federal também autorizou as pessoas atingidas pelo ciclone a sacar o FGTS para a reconstrução de suas casas, mas a maior é de desempregadas. Segundo o Ministério, desde março apenas 6% dos 376 mil atingidos por enchentes no país sacaram o FGTS, totalizando 23,5 mil saques, com um saldo de R$ 464, em média.

A primeira etapa de ajuda às famílias atingidas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina já foi cumprida pelo governo por meio do Ministério da Integração Nacional e incluiu abrigo, assistência médica, de alimentação e transporte.

Deixe uma resposta

inMarket