Líder do governo diz que reforma deve incluir nova CPMF

A proposta de reforma tributária a ser enviada ao Congresso deve prever a criação de um novo tributo similar à CPMF para financiar exclusivamente a área da saúde. A informação foi dada pelo líder do governo na Câmara, deputado Henrique Fontana (PT-RS) à Folha de S.Paulo.

Fontana negou, entretanto, que a idéia tenha partido do governo.

O líder afirmou que foi um erro da oposição rejeitar a continuidade da CPMF no final do ano passado.

"Não podemos vender a ilusão para a população brasileira que entrar em uma reforma tributária significaria entrar em um caminho de diminuição da carga tributária. O primeiro passo é garantir uma racionalização da estrutura tributária brasileira", afirmou o deputado.

"Se diminuir a sonegação, os que estão pagando hoje corretamente vão ser beneficiados no futuro próximo, porque poderemos, como fruto da arrecadação que veio de uma sonegação, diminuir progressivamente e seletivamente a carga tributária de maneira a alavancar crescimento econômico melhor", avalia Fontana.

Ele acredita que a unificação das alíquotas do ICMS e a criação do Imposto de Valor Agregado federal (IVA) deve diminuir a guerra fiscal e a sonegação.

Deixe uma resposta

inMarket