Massaranduba – homem morre de doença rara

Um senhor de 66 anos de Massaranduba, no Alto Vale do Itajaí, foi a primeira pessoa em Santa Catarina a contrair Creutzfeld-Jakob. A doença foi confirmada pela Vigilância Epidemiológica quinta-feira passada. A doença foi diagnosticada horas antes da morte do paciente.

A cada dois milhões de pessoas, um caso é registrado da enfermidade que possui os mesmos sintomas do Mal de Alzheimer, com a diferença que leva um espaço curto de tempo para levar à morte.

O neurologista que atendeu o paciente, Vicente Caropreso, conta que começou a acompanhar o senhor dia 14 de maio deste ano. Ele foi encaminhado por outros médicos devido a um aparente derrame. Após a segunda ressonância magnética foi diagnosticada encefalite (infecção no cérebro).

O paciente passou a apresentar abalos corporais e um agravante no estado neurológico foi detectado. Diante disto, o neurologista passou a desconfiar que havia algo mais sério e o paciente foi levado para realizar um eletroencefalograma no Instituto de Neurologia de Curitiba onde foi definido o diagnóstico de Creutzfeld-Jakob. Ele morreu 18 horas depois de chegar em Curitiba.

O especialista explica que a doença é causada pela partícula Prion, a menor conhecida até hoje. Ela possui três origens, sendo que 85% são esporádicos – o paciente de Massaranduba está nessa classificação-, 10 a 15% são por transmissão genéticas e raros casos ocorrem através de cirurgia.

O médico aguarda o resultado de mais dois exames feitos em Curitiba que serão entregues à Secretaria Municipal de Jaraguá do Sul e a Gerência Regional de Saúde. Ele também finaliza o estudo histórico realizado na família do paciente.

Deixe uma resposta

inMarket