Morre, aos 89 anos, o escritor e ex-prêmio Nobel Saul Bellow

Saul Bellow, que começou escrevendo resenhas de livros por US$ 10 cada e se tornou um dos maiores romancistas norte-americanos no pós-Segunda Guerra Mundial, morreu ontem, aos 89 anos.

O amigo e advogado do escritor Walter Pozen disse que Bellow morreu de causas naturais em sua casa na cidade de Brookline, Estado de Massachusets. Sua mulher e filha estavam ao seu lado.

Vencedor do Prêmio Pulitzer, do Nobel e de três National Book Awards, Bellow é o autor de obras como As Aventuras de Augie March, Herzog e Henderson, O Rei da Chuva. Seu trabalho tocou a essência da existência humana, a experiência de imigrantes e de judeus e a mobilidade social e de classes nos Estados Unidos do século 20.

O escritor nasceu em 1915 no Canadá, filho de imigrantes russos. Ainda jovem, se mudou para Chicago cidade com a qual é mais identificado. Depois de servir na Marinha Mercante durante a Segunda Guerra Mundial, Bellow começou a passar seu tempo como um auto-intitulado boêmio em Nova York.

Publicou seu primeiro romance em 1944, Dangling Man (Homem Pendurado), mas sua carreira só decolou em 1953 com As Aventuras de Augie March. O maior sucesso de crítica do autor foi O Legado de Humboldt, de 1975, que lhe rendeu os prêmios Pulitzer e Nobel.

Fonte AR

Deixe uma resposta

inMarket