Organização internacional suspende embargo à carne brasileira

A Organização Internacional de Saúde Animal (OIE) suspendeu nesta segunda-feira (26) o embargo contra a carne brasileira produzida para exportação. O anúncio foi feito pelo ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, que também informou que dez estados e o distrito federal deverão receber novamente o status de região livre de febre aftosa.

Esse reconhecimento, que facilita o comércio exterior de carne bovina, foi cassado em 2005 após serem detectados focos da doença em Mato Grosso do Sul e no Paraná. O Mato Grosso do Sul não recebeu o status porque a OIE afirmou que são necessárias mais informações para que possa ser concedido o aval. O ministro Stephanes, no entanto, acredita que a recuperação do status de livre de aftosa para Mato Grosso do Sul deve sair em dois meses.

Os dez estados que receberam o certificado foram Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal.

O ministro lembrou que as exportações brasileiras para a União Européia, que compra os cortes mais caros, não estava m proibidas, mas o número de fazendas licenciadas que estava restrito.

Stephanes não confirmou se a decisão do comitê científico da OIE ainda precisaria ser aprovada pelo plenário da instituição, procedimento padrão para estes casos. O ministro também evitou comentar os possíveis incrementos nas exportações brasileiras na medida decorrentes da certificação. Ele apenas afirmou que a recuperação do status certamente qualificará o Brasil para ganhar mercados.

post Wilson

Deixe uma resposta

inMarket