Raúl pede ajuda a Lula na transição cubana

Em encontro em Havana, no mês passado, Raúl Castro disse ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que desejava acelerar o processo de transição política e econômica em Cuba e que o Brasil seria um parceiro mais conveniente do que a Venezuela para essa tarefa, revela matéria da Folha de S.Paulo

No poder desde julho de 2006, quando Fidel se afastou "temporariamente", Raúl pediu a ajuda de Lula para aumentar investimentos privados no país e melhorar as relações internacionais de Cuba, sobretudo com os Estados Unidos. Raúl deseja empenho de Lula para tentar convencer os Estados Unidos a pôr fim ao bloqueio econômico que teve início em 1962.

Nas palavras de um ministro, o Brasil é um dos poucos países do mundo capazes de dialogar com o regime cubano, Chávez e o governo norte-americano. Raúl veria em Lula uma forma de se descolar um pouco do venezuelano Hugo Chávez.

Fidel Castro renunciou ao poder em Cuba nesta terça-feira, por meio de uma carta publicada no jornal oficial do país, o "Granma". Ele promete continuar escrevendo artigos no diário.

Deixe uma resposta

inMarket